Confesso que parei de comprar os jogos da série Sakura, da Winged Cloud. Não é questão muito complicada, os jogos são usualmente baratos no Steam, é que simplesmente teve uma época que eu joguei TANTA Visual Novel, que eu sofri um cansaço do gênero (tal qual aconteceu com speedrun após Outubro do ano passado).

Aí hoje em dia tem tanta coisa da série, que fica difícil saber por onde voltar… Sem contar o fato de que não tenho mais meios de comprar jogos com tanta frequência (also known as desempregado), aí já viu.

LEIAM – C14 Dating | Escavando uma paixão

Mas enfim, vou dizer aqui que não joguei o primeiro Sakura Succubus (que o nosso amigo Tony tem no Switch, eu vi), mas bem… Nesse dia 20/05 agora, a Publisher Gamuzumi lançou nos consoles, a continuação, Sakura Succubus 2 e eles foram gentis o suficiente de nos oferecer uma cópia para análise.

Será que o jogo vale o seu tempo? Confira conosco.

Suas férias serão tudo, menos tranquilas

Sakura Succubus 2

Resumindo um pouco do primeiro jogo, somos Hiroki Ogasawara, fotógrafo de 28 anos, que por influência (será mesmo?) do destino, acabou criando uma ligação com três succubi que vivem no reino humano, disfarçadas. Marina Wakatsuki, uma mulher de negócios muitíssimo bem sucedida, Cosmos, uma e-girl de sucesso no Instagram (o trocadilho com Rapidpound foi bem bolado, devo dizer) e Ayu, uma idol.

Dessa vez, nosso herói (herói?), graças a Marina, resolve tirar uma semana de folga do árduo trabalho, indo se hospedar numa pousada localizada em uma região mais distante. Obviamente, suas companheiras estarão lá com ele, e não apenas isso, mas ele conhecerá mais alguém, já que lá, está hospedada uma famosa atriz, Hifumi Yamamoto. E logicamente, coisas irão acontecer.

Por alguma razão, o “perfume” de Hiroki acaba sendo atraente para certas mulheres, e dada a natureza do jogo, sabemos o que esperar. Além de Hiroki, existe mais gente no seu futuro, isso é… Se os causos criados pelas suas companheiras, ou a quantidade de trabalho que o calhorda do seu chefe lhe dá, não o matarem antes.

Uma comédia ecchi… Incrivelmente sólida, devo dizer

Sakura Succubus 2Tenho uma grande experiência com as novels da Winged Cloud, e a maioria delas é, podemos dizer… Bem bobinha em termos de enredo. Veja bem, não há nenhum problema em você ter um enredo bobo, só estou constatando que nem todos os enredos deles são passíveis de se levar a sério. Inclusive uma das minhas novels favoritas deles, Sakura Angel é justamente bobinha em enredo.

Dito isso, o enredo de Sakura Succubus 2 é bem sólido. Não é nada inovador ou vai fazer você pensar, mas ele é sério quando precisa ser, engraçado quando necessário e até mesmo um pouco dramático.

Talvez eu esteja exagerando? Possível, mas em termos de qualidade da escrita, é um dos melhores trabalhos do Winged Cloud, juntamente com Sakura Fantasy (que nunca teve continuação, apesar de ter “Chapter 1” no título).

LEIAM – Rankeando as meninas de Nekopara

O jogo funciona como uma visual novel padrão, ou seja, você tem a leitura a se fazer e em momentos chave, algumas escolhas que podem ou não influenciar o final do jogo, ou desbloquear cenas alternativas. Como a versão de consoles do jogo é All-Ages, não há cenas adultas aqui, no máximo algumas cenas provocantes e em termos de texto, coisas subentendidas de que rolou sexo.

Porém, a verdade sobre o jogo precisa ser dita, a melhor personagem de Sakura Succubus 2 não possui sprite. A Recepcionista Yuriko rendeu alguns diálogos bem engraçados, e ela me parece ser uma crítica a um certo tipo de pessoa, que não vale a pena mencionar pra evitar a fadiga.

Colorido e vívido

Sakura Succubus 2

Os sprites e CG’s de Sakura Succubus 2 são muito bem feitos, e novamente, obra da espanhola Wanaca.

Quem conhece os trabalhos do Winged Cloud vai reconhecer o traço familiar. Apesar das personagens não terem variantes de roupa (isso é mais uma coisa que eu curto em novels), elas são agradáveis de se ver e por Deus, nas CG’s é possível ver que o protagonista existe (odeio protagonistas invisíveis de VN’s).

Os cenários do jogo são bem feitos, e encaixam bem com os sprites, deixando o visual agradável e harmonioso (coisa que as vezes não acontece em muitas visual novels ocidentais).

LEIAM – Love³ | É tanto amor que não cabe numa waifu só

A trilha sonora do jogo é igualmente agradável, dando um tom de que aquele mundo realmente existe, e não é somente uma obra de ficção. Não são melodias que vão grudar na sua cabeça, veja bem, mas são musicas boas, que cumprem o papel de acompanhamento.

Para os fãs da série Sakura, é compra obrigatória

Sakura Succubus 2

Se você tem experiência já com a série Sakura, talvez queira considerar Sakura Succubus 2 a sua futura lista de compras.

É uma novel sólida e divertida. Claro, tem a questão de custo benefício com o tempo de leitura, mas isso é relativo a cada jogador. E caso opte pela versão de consoles, a versão de PS4/PS5 é uma platina garantida.

Honestamente, eu fiquei intrigado ao ver o pequeno twist do final da novel. Eu sei, eu poderia pegar a versão de Sakura Succubus 3 de PC, saiu em novembro do ano passado, mas vou aguardar a versão de console.

LEIAM – A lua de Zelda Majora’s Mask é real?

E uma outra duvida paira no ar: Com tantos jogos da série Sakura lançado, porque ainda não temos um crossover de luta? Fica a ideia, vai imprimir dinheiro.

Sakura Succubus 2 está disponível para PC, Playstation 4, Playstation 5 e Nintendo Switch.

Essa análise foi feita com uma cópia digital de PlayStation 4 gentilmente cedida pela publisher Gamuzumi.

Author: Geovane Sancini

Geovane, mais conhecido como Sancini (ou Kyo, se você for velho o suficiente pra lembrar do nick antigo dele) é um escritor e speedrunner que joga videogames desde que se entende por gente.