Eu adoro produzir listas, e não vou ser hipócrita ao dizer que é algo difícil de se realizar, até porque basta um pouco de imaginação e se ocupar um pouquinho.

No fim das contas, gosto porque é divertido e acredito que também seja uma leitura agradável para quem lê. Uma quebra da formalidade, apesar de não me considerar nem um pouco formal na hora de escrever, mas que realmente incorpora o bom humor que prezamos aqui no site.

Dito isso, vamos ao que interessa, nossa seleção dos Os Heróis Mais Legais dos Games – Volume 1.

Mario Mario

Os Heróis Mais Legais dos Games

Nosso bigodudo favorito certamente merece ser lembrado, não só por conta do seu carisma, mas pelo motivo de que seus jogos são incríveis.

Suas primeiras aparições no mundo dos vídeo games não devem ser tão famosas em meio a molecada (de 15 a 20 anos), mas ele começou como exterminador e não encanador. Isso mudou em algum momento quando resolver atacar um gorila sequestrador de mulheres.

O fato mudou tanto sua vida, que o exterminador italiano deixou a vida antiga e se tornou encanador, momento em que se deparou com tartarugas em dentro do cano e o vicio em cogumelos, consequentemente o esmagamento de tartarugas. Como nada disso garante adrenalina o suficiente, nas horas livres corre de kart.

Mario tem diversos crimes em seu currículo, inclusive pratica de medicina ilegal, mas nos o amamos assim mesmo.

Chuck D. Head

Os Heróis Mais Legais dos Games

O Mega Drive possui muitos personagens intrigantes em sua vasta biblioteca, mas Chuck D. Head do jogo DecapAttack merece destaque.

Uma criatura sem cabeça toda envolta de faixas e que parece ter saído diretamente dos desenhos do Pernalonga e sua turma, sai por ai correndo, saltando e atirando suas tripas contras os inimigos. Tripas essas que na realidade é sua cara saltando do abdômen, onde ela fica acomodada.

O mais estranho é que ele se move como se estivesse saído direto de um rava, não para de jeito algum, além de ser gótico. Gosta de andar por ai com caveiras e tal.

Eu particularmente o considero um personagem muito divertido, mas por alguma razão ficou esquecido.

Talvez seja por conta dessa coisa dos ossos, provavelmente fora as razões pelo qual ficou esquecido no Mega Drive até os dias de hoje, mas não aqui, nós do Arquivos do Woo nos lembramos sempre de você, Chuck.

Jim Minhoca

Os Heróis Mais Legais dos Games

Pouquíssimas pessoas gostam de minhocas, exceto os amantes de uma boa pescaria e uma moça que fica se deliciando com elas em uma banheira, mas isso é outra historia.

Foquemos em Earthworm Jim, uma das minhocas mais incríveis que já surgiu nos videogames.

Claro, Jim nem sempre foi assim tão grandioso, no passado vivia se entupindo de terra como uma minhoca qualquer, até que o dia que um traje especial com capacidade de destruição em massa caiu sobre sua cabeça, assim, o pequeno anelídeo se transformou no super-herói Jim, no caso um dos Heróis Mais Legais dos Games

Como todos sabem “grandes poderes trazem grandes responsabilidade”, Jim se viu obrigado a salvar uma princesa dos terríveis planos de uma rainha bunduda ai.

Logo você me pergunta, quais seriam os tipos de vilões que nossa querida minhoca teria de enfrentar em sua jornada? Os inimigos da série são os mais variados possíveis, indo de vacas alienígenas, cachorros raivosos a um peixinho-dourado.

Diferente do Chuck D. Head, a minhoca Jim nunca foi esquecida por nenhum de nós, alias, o personagem está com um novo jogo anunciado exclusivamente para o Amico da Intellivision.

Não sei dizer se isso é bom ou ruim, mas a recepção mostra que todos nós queríamos um game novo da minhoca.

Alex Kidd

Os Heróis Mais Legais dos Games

Alex Kidd  nasceu no Master System, o seu divertido game lhe garantiu o status de mascote por um curto período de tempo, pois a vaga foi roubada pelo ouriço azul.

Ele lutou bastante, mas seus jogos não conseguiram minimizar o dano causado pelo sucesso do rival. Infelizmente o tempo acabou soterrando o pobre orelhudo.

LEIAM – 20 anos de PlayStation 2

O jovem orelhudo da SEGA se viu obrigado a aposentar cedo, se mudou para o interior, onde passa os dias sentado em sua varanda localizado em uma chácara em Itanhaém, tomando vodka barata e com uma espingarda repousando em seu colo.

As vezes conta a seus netos sobre suas aventuras da juventude e o dia em que se tornou um ninja. Há relatos de que ele costuma atirar em ouriços e corredores sem qualquer motivo aparente.

Recentemente um novo game foi anunciado, e isso só reforça sua posição entre Os Heróis Mais Legais dos Games.

Raziel

Os Heróis Mais Legais dos Games

Foi em Soul Reaver: Legacy of Kain, que conheci, Raziel, um vampiro que como qualquer outro só queria curtir a vida, matar crianças e fazer uma orgia de sangue ali e acolá.

Ele não tinha do que reclamar, a vida era muito boa para Raziel. Uma pena que o universo quis presenteá-lo com um par de asas maravilhosas. E como o jovem era filho de Kain. Um cara mau humorado e que dominou o mundo com mãos de ferro, achou melhor contar a novidade.

Feliz pela conquista do filho, acabou retalhando as asas e atirando o moleque em um vórtice para que ele sofresse a danação eterna. O rapaz não conseguiu proferir nem um: AI PARA, PAI!

O fato de ter se tornando um espirito vingativo BadAss após sua morte foi uma das razões pelo qual ele veio parar aqui. A morte foi muito caridosa com Raziel ao remover os traços de emo gótico, deixando-o com um visual Noel Rosa from Hell.

No final das contas Raziel é quase um herói, mesmo que motivado apenas por vingança. E se vocês ainda não jogaram seu jogo, deveriam o fazer porque vale a pena.

Mike LeRoi

Os Heróis Mais Legais dos Games

O que mais gosto na história de Mike LeRoi aka Shadow Man, é que ele era um taxista comum, labutava todos os dias para conseguir grana como qualquer assalariado.

Um belo dia entre uma viagem e outra, um de seus passageiros foi morto, deixando uma maleta em eu carro. Maleta essa que continha $20.000 dólares que ele pegou sem pensar duas vezes, depois de sumir com o corpo.

Tal com Raziel, o universo não dá nada sem cobrar, e com Mike não foi diferente. Havia assassinos a procura do dinheiro, e isso resultou no assassinato de toda a família de Mike.

Por sorte ou não, um Bokor que perambulava por ali acabou salvando Mike dá morte, mas em forma de compensação condenou-o a ser o seu zumbi, mas foi salvo por uma sacerdotisa vudu inserir a Mask of Shadows em seu peito.

Graças a Mama Nettie ele agora pode andar tanto no mundo dos mortos quanto no mundo dos vivos. Carregar uma mascara entre as costelas, ser imortal e ainda vagar entre dois mundos, parece que depois de tantas tragédias Mike se deu bem, merecendo lista entre os Heróis Mais Legais dos Games

Torneko

Os Heróis Mais Legais dos Games

Torneko é personagem gorducho que surgiu em Dragon Quest IV como NPC, mas que acabou ganhando seu próprio jogo anos depois. Merecido, pois nós gordos não somos valorizados e nem representados nos vídeo games.

LEIAM – Os Pais Mais Legais dos Vídeo Games

Esse ser obeso e carismático resolveu sair do conforto do lar e de seu emprego em uma loja para se aventurar mundo a fora atrás de tesouros, com o objetivo de construir seu próprio negócio e oferecer mais conforto a sua família.

Oh, mas é uma fofura esse cara, viu.

Enfrentar cavernas escuras repletas de monstros não é fácil, principalmente quando se é gordo e correr parece uma péssima ideia. Claro, ele compensa a falta de velocidade e fôlego ao utilizar de armas de peso, como porretes, marretas e espadas.

Torneko, inclusive, levou sua família para se aventurar com ele e viverem aventuras juntos.

Só isso foi um grande motivo para colocá-lo nessa lista, o outro motivo foi porque seus jogos são divertidos, mas pouquíssimos conhecidos por essas bandas.

EDIT:  O Ersatzgott nos informou lá no Alvanista que Torneko em DQIV original tinha party controlada por AI e que ele não é controlável no capítulo 5, mesmo fazendo parte da party, mas sendo jogável no capítulo dele,

Menção Honrosa: Bruno

Os Heróis Mais Legais dos Games

Bruno não é lá muito lembrado, alias, pouco encontrei sobre ele na internet, mas eu joguei tanto Power Piggs of The Dark Age, que foi dificil não querer colocá-lo na lista dos Os Heróis Mais Legais dos Games.

O protagonista suíno é a representação da especie contra a opressão carnívora do mago Wolff. Usando a espada e donuts, o porcalhão desajeitado precisa lidar com lobos vestidos de princesas, mago e todo tipo de plataforma perigosa.

Infelizmente é o único registro do porcão que eu tenho lembrança, aparentemente deve ter sido devorado por algum outro predador, impossibilitante sua aparição em outros games, ficando restrito só ao Super Nintendo.

Acha que faltou algum personagem na lista? Comenta ai e quem sabe ele não aparece na próxima.

Author: Diogo Batista

Criador e Editor-Chefe do Arquivos do Woo, é um eterno rabugento. Opta por investir seu tempo entre games, filmes, livros e sua família à perder tempo discutindo na internet.