Tudo o que você precisa saber sobre Berserk - Arquivos do Woo

Tudo o que você precisa saber sobre Berserk

São poucos os mangás que realmente prendem minha atenção. Normalmente me interesso mais naqueles focados em temáticas adultas ou com muita pancadaria.  Apesar de ser um pouco medroso, as vezes leio alguns mangás de horror, como foi no caso do mangá de horror Uzumaki – Não me refiro ao Naruto, que apesar de ser bacana em sua fase criança, não tenho mais paciência para continuar a ler ou assistir.

Bem, não estamos aqui para falar de Naruto, então vou ser direto: Berserk não é para pessoas sensíveis. Outra coisa que gostaria de explicar antes de começarem a leitura. O personagem se chama Gatts, mas no ocidente ele foi chamado de Guts, porém, também já vi seu nome sendo escrito como Gutts. Então estarei me referindo ao personagem como Guts, porque aparentemente é o modo comum por aqui e está no guia oficial.

É isso, me acompanhe!


Não entendam mal, quando digo que não é para qualquer um, me refiro ao fato de que o mangá é pesadíssimo. Se trata de uma história ambientada em um mundo dividido por guerras, onde o fraco sofre das piores maneiras possíveis. Guts, o protagonista, é fruto desse mundo e o encara do modo que teve de lidar a vida inteira, com muita violência. 

Temas como religião, pedofilia, satanismo, estupros e incestos são abordados de uma maneira crua, e isso vai impactar o leitor. Mas o mangá não se resume só a desgraceira. E se eu te disser que em meio a isso o autor vai desenvolvendo temas como amizade, amor e companheirismo?

Curioso, não?

Berserk é ambientado em um mundo fudido, só que mesmo nesse lugar coisas boas também acontecem. Apesar de Guts ser um personagem quebrado devido as desventuras em sua vida, ele vai crescendo e aprendendo a confiar nas pessoas. Criando novos laços de amizade e enxergando o mundo de um modo diferente.

Claro que a probabilidade de alguém vender o mangá ou criticá-lo usando apenas os pontos "negativos", se é que podemos os considerá-los, são muito grandes. Alguns anos atrás uma pessoas fez isso, usou o estupro de uma personagem para tentar validar ideologia politica. O que é ridículo. Pois ignorou totalmente o fato de que a personagem era forte, capitã de todo um bando de soldados. 

O autor criou uma personagem forte que não precisou ser estereotipada pra agradar agenda de ninguém, olha só. Mas preferiram ignorar isso e alegar que a personagem estava sentindo prazer no estupro... É, soa muito retardado. Mas pra essa galera vale qualquer coisa pra tentar validar discurso e ganhar clicks, né.


Falemos um pouco sobre a história de Guts, o personagem principal do mangá. Ressalto que esse trecho está no mangá, então é apenas um spoiler sobre a origem do personagem. Você pode ou não querer ler, mas achei interessante colocar para elucidar o tom do mangá.

Guts veio ao mundo de um modo bem... como posso dizer... nada comum. Ele nasceu minutos depois de sua mãe gravida ter sido enforcada em uma árvore. Estava condenado a morte ali na lama, morreria de inanição ou seria devorado por coiotes, lobos ou cães selvagens. Por sorte foi encontrado por um grupo de mercenários que estava passando por aquela estrada.

A esposa do chefe do bando, Shizu, ao ver a criança saiu correndo em sua direção e o pegou nos braços. O chefe Gambino, não gostou muito da ideia, porém, acabou aceitando devido as condições de sua esposa, que ficou mentalmente perturbada depois de perder o primeiro filho do casal. Se por um lado, Gutts agora tinha um lar, por outro ele era mal visto por todo o bando de mercenários. Um bebê nascido de um cadáver era interpretado como má sorte para todos. Isso sem dúvida traria consequências ao personagem no futuro.

Passado 3 anos desde a adoção, Shizu adoece e acaba morrendo, deixando Guts sozinho nas mãos de Gambino. Apesar de ser uma criança, Gambino o força a lutar nos campos de batalha para pagar os seu custo com comida. Pelo menos essa é a mensagem passada a Gutts, quando na realidade não passava de uma desculpa, pois Gambino culpará o jovem pela morte de sua esposa.


Algo que algumas já me perguntaram a respeito foi sobre a espada gigantesca que o personagem utiliza. Oras, estamos diante de uma obra de ficção, então não dá pra cobrar realismo quanto a isso, mas eu estarei respondendo embasado no que foi apresentado no mangá.

Guts se viu obrigado a lutar para sobreviver e ter comida dentro do bando de Gambino, logo as espadas existentes não possuíam modelo infantil. Então com muito treino ele passou a desenvolver suas habilidades para utilizar as espadas antes de encarar sua primeira batalha em campo. 

Resumindo, o personagem desenvolveu técnicas para utilizar espadas maiores com ele, assim aumentando também sua força física para manuseá-las. Porque uma das coisa que sempre relatam dentro do mangá é a força com que o personagem atinge seus inimigos, que em muitos dos caso são cortados ao meio por sua espada.

Tenso, não?

Dando continuidade ao resumo da vida do protagonista;

Como desgraça pouca é bobagem, durante a noite após sua primeira batalha em campo, enquanto Guts descansava, Donavan, um dos mercenários de Gambino, invade sua barraca e o estupra. Na ocasião enquanto lutavam, Donavan diz que pagou a Gambino 3 moedas de prata para ter Guts por aquela noite.

Depois dessa infância infernal, Guts se torna um mercenário solitário e com nenhum apreço pela vida alheia. Obviamente ele acaba topando com muitos personagens que tentam se aproximar dele, mas são tantas as feridas psicológicas que raramente alguém se torna amigo dele devido a distancia que o mesmo impõem, pelo menos por enquanto.

Esse ponto da história é o momento que te faz compreender muito da personalidade e raiva do personagem.


Kentaro Miura


Agora que você conhece um pouco da origem do personagem, saiba que o mangá já tem 29 anos e foi criado por Kentaro Miura no ano de 1989. O mangá não chegou a sua conclusão até os dias de hoje, e continua sendo publicado. Passou por diversos hiatos, e quem acompanha sabe o quão frustrante isso acaba sendo. Com um pouco de sorte o mangá acabará em breve, mesmo que isso me doa bastante.

Vale ressaltar que o mangá está sendo publicado aqui no Brasil pela Panini, através do selo Planet Manga. É uma edição de luxo muito bonita, e que certamente vale a pena se ter na estante. Com um pouco de sorte eles começam a republicar do primeiro número de novo para quem perdeu os primeiros. Não só os mangás, pois eles também publicaram o guia oficial do Berserk - Algo que tive que comprar logo de cara.

Por enquanto continua sendo um ótimo mangá e a sua qualidade é indiscutível, com arcos que realmente marcaram seus leitores.




Mas agora deixando um pouco de lado o mangá, você já se perguntou o porquê do titulo Berserk? Se não o fez, saiba que ele tem tudo a ver com o mangá.

Berserk ou Berserkers eram guerreiros nórdicos famosos por sua devoção ao Deus Odin, e pela brutalidade e fúria na qual lutavam nos campos de batalhas. Portando apenas machados e os peitos nus, só podiam ser contidos quando decapitados ou mortalmente feridos, já que em alguns caso até mesmo a amputação de membros não os continham durante a batalha.


Se você já leu e gostou tanto quanto eu do mangá, acredito que vai ficar muito feliz em saber que ele gerou 2 games, sendo um lançado para o Dreamcast no ano de 1999 com o titulo de Sword of the Berserk - Guts' Rage. Com uma história spin-off ambientada entre o volume 22 e 23 do mangá. E no ano de 2004 foi o Playstation 2 que recebeu o game Berserk: Millennium Falcon Hen Seima Senki No Sho, onde contava a história após o eclipse ocorrido no volume 13. 

Por outro lado em 2016 Berserk voltou as consoles com Berserk and the Band of Hawk, para PlayStation 4 e PC. Dessa vez o jogo era voltado ao gênero "musou", que ficou popular com a franquia Dynasty Warriors.

São todos ótimos games e conseguem entregar tudo aquilo que o fã do mangá queria ver. Fora o fato de que destroçar tudo e a todos em seu caminho é muito divertido. Claro, que recomendo você ler o mangá antes de se aventurar, assim você consegue se divertir ainda mais - Eu espero ansiosamente que surjam ainda novos games, como talvez um de luta.




Um anime foi lançado de 1997 a 1998 e os três OVAS intitulado de Berserk Golden Age Arc que recentemente foram lançados, contando o encontro de Guts com o bando do Falcão, além de uma passada de leve sobre o passado do personagem. Posso dizer que esse ova é a melhor animação que você irá conferir sobre o mangá.

Mas nem tudo são flores, infelizmente em 2016 fomos surpreendidos com um novo anime de Berserk. E sinceramente, se era para fazer aquilo que não tivessem feito. O anime foi produzido em 3D alternando com 2D, trazendo um aspecto "plástico" as cenas de ação. Fora o fato de terem censurado mamilos. Uma obra como Berserk deve ser visto na integra e sem choro. Só é interessante por dar continuidade na história e abordar arcos pós eclipse, mas no geral é bem ruim a animação.

É isso, torço para que esse resumo desperte sua curiosidade em ler o mangá, porque sem dúvida a obra merece muito mais atenção.



Fiquem com um AMV que eu criei utilizando trechos do  Berserk Golden Age Arc e até mais.




Artista: Hatzel feat. Knob - Yoredet

8 comentários:

  1. Eu tenho alguns traumas de Berserk, que explicarei:



    1) O final da primeira metade do anime é um porre imenso e arrastado, mais precisamente os quatro, cinco episódios do 8 ao 12 ou 13, tudo bem que o anime não cobre 1/10 do mangá, mas até o momento tava legal. Daí eu dropei.


    2) A Panini lança essa merda com o mesmo formato desde o tempo das castlevanias, e alguns volumes nem com reza braba você acha, o que desestimula qualquer pessoa hoje em dia de tentar colecioná-lo.


    3) Miura é um preguiçoso do Caralho, acho que é da mesma escola do Togashi (Yu Yu Hakusho e Hunter x Hunter), já que o mangá tem diversos hiatos. Sério, é só sair um Idolm@ster novo que o véi taca o foda-se no mangá e fica jogando 24 horas por dia, 7 dias por semana.


    Mas, apesar das coisas que eu apontei, eu acho Berserk um mangá foda pacaralho.


    Also, troca lá o endereço do meu blog no canto véi, eu perdi o domínio .net e agora é só http://gamerboxbr.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Cara, Miura é um puta preguiçoso, quase 25 anos e não termina logo o mangá, hahaha!


    Já corrigi o link do seu blog na lateral ;)


    A Panini é uma filha-da-puta, deveria ter lançado um encadernado ao invés dessa putaria.


    Obrigado por comentar, tu anda sumido carai!

    ResponderExcluir
  3. Carlos Schneidermaio 09, 2014 2:00 PM

    Boa matéria! Comecei acompanhar Berserk em 99 no anime por VHS, um tempo depois o Mangá que é infinitamente superior pra variar. Nesse tempo quase arranquei os cabelos e perdi as esperanças de ver o final dado os hiatos do Miura, antes do último cap que saiu mês passado o hiato foi mais de 14 meses!!! Mesmo que digam que o traço é detalhado demais e difícil de se fazer não justifica esse tempo todo. O mangá laçado pela Panini eu comprei só alguns, de qualidade duvidosa, mas a BOA notícia é que ela vai relançar esse ano o mangá em um formato bem superior. Por fim quem acompanha Bastard, um mangá que foi lançado em 88 e continua sendo publicado, sabe oq é sofrer com hiatos que passaram dos 5 anos.

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigado Carlos, fico feliz que tenha curtido a matéria.


    Conheci Berserk através do game lançado em 2000 e fiquei fascinado e assisti ao anime todo, enquanto o mangá eu só fui ler em 2008. Eu só não comprei as primeiras edições do mangá devido ao formato e por ter perdido alguns números, hahaha! Porém, estou muito ansioso pelo re-lançamento, pois poderei conferir o mangá com uma qualidade melhor e um formato decente, finalmente.


    Bastard eu nunca li, mas fiquei curioso e irei conferir alguns capítulos.


    Muito obrigado pelo comentário e volte sempre ^^

    ResponderExcluir
  5. Carlos Schneidermaio 10, 2014 4:27 PM

    Valeu cara! Bastard foi lançado aqui pela JBC naquele formatinho e tá parado devido ao hiato. Existem 6 Ovas dele que é até bom, mas sem continuidade. Vale a pena conferir pela temática adulta e in fluências do Heavy Metal, como os Reinos de Metalicana, Judas e Iron-Maide haha. O protagonista é um anti-herói feiticeiro, Over Power e comedor, lembra o Lobo. Vale a olhada.

    ResponderExcluir
  6. Pow, curto demais Lobo, tenho uma porrada de HQ do maioral no PC, hahaha!


    Sem dúvida irei conferir e provavelmente trarei para o blog, valeu pela dica Carlos, volte sempre ^^

    ResponderExcluir
  7. Berserk é ótimo, sem comentários. Adoro animes/mangás sérios e/ou sangrentos!! Berserk, Hellsing, Ergo Proxy e até mesmo o hilário Bastard! Naruto, One Peace, esse tipo de coisa já tá batido, fora que é CHATO mesmo!!! kkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Olha, eu também curto muito mangás e animes mais sérios, salvo algumas exceções.

    Berserk é maravilindo, hahaha! Ele é um dos meus favoritos ao lado de Gantz.

    Obrigado pelo comentário e volte sempre Cao-Cao

    ResponderExcluir