Sabe, quando se dedica um tempo escavando a biblioteca de jogos de consoles clássicos, você esta sujeito a encontrar algumas pérolas. Crystal PonyTale, é uma dessas pérolas, só que é tão colorido quanto a Elke Maravilha dopada de ácido em uma noite de carnaval.


No game você controlará um pônei, o que é meio obvio se você se atentar ao titulo, mas vamos manter o foco aqui. Depois de escolher a cor do seu alazão, você irá se aventurar em um mundo colorido, tomado por morcegos demoníacos e bruxos aposentados que amam aporrinhar éguas.

Esse game do Mega Drive com certeza irá mudar sua vida!



Apesar da sua aparência assustadoramente colorida, o game traz uma trama besta bagarai, mas o gordo aqui esta analisando um game voltado para crianças dos anos 90. Logo não sei porquê diabos joguei isso até o final.


Pera, sei sim!

Eu queria salvar meus amigos éguas coloridas do malvado bruxo zoófilo, antes que seja tarde demais e os pobres animais percam sua inocência de forma traumatizante, tadinhos!


O bruxo ciente do meu poder de fogo, fez questão de recrutar animais tão aterrorizantes quanto a playboy da Vera Fisher. Os Morcegos são os piores, pois com suas asas amaldiçoadas, acabam com o meu bling-bling.

Malditos, como ousam!

As ferraduras encrustadas de diamantes são cruciais para a conclusão de cada uma das fases, então se prepare para blasfemar muito ao perde-las e ter de procurar novamente.

Uma das vantagens é que você não esta sozinho, diversas éguas surgirão para auxiliá-lo na busca, assim você conseguirá chegar até o bruxo. Há também outros amigos alados, que com seu canto maravilhoso apontam onde nossos amiguinhos sequestrados estão encarcerados.

Eu me perdi algumas vezes nesse game demoníaco, não sei explicar como, mas eu consegui me perder, por alguns minutos minha alma foi sugada para esse buraco colorido, mas como sou V1d4 L0k4, sobrevivi.

Bem, algumas batalhas contra o bruxo no decorrer do game, mas sendo um égua, bastou alguns coices na fuça do velho pervertido que ele some temporariamente, mas tenha cuidado ao virar a traseira para o bruxo, seja rápido! 

O game é curtíssimo, em 40 minutos eu conclui essa aventura cheia de emoção, estava pronto para partir para o game da Barbie, mas lembrei que esqueci as giletes na casa dos meus pais, então deixei a Barbie para a próxima.

É tudo muito fácil, não sei como alguma criança poderia jogar esse game, já que não apresenta dificuldade alguma, pelo amor né! OK, não vou ser chato dessa vez, eu recomendo viver essa experiencia cheia de fofura e gráficos bonitos, tudo embalados por uma trilha sonora chiclete.


Sério, não estou zoando, o game é bacaninha e apesar de você conseguir zerá-lo umas 100 vezes em menos de 3 horas, vale a pena conhecer esse game.

Author: Diogo Batista

Criador e Editor-Chefe do Arquivos do Woo, é um eterno rabugento. Opta por investir seu tempo entre games, filmes, livros e sua família à perder tempo discutindo na internet.