01/04/13 - Arquivos do Woo

Quando Resident Evil nasceu, ele nos mostrou os horrores de uma ameaça biológica ao nos confinar em uma mansão cheias das mais diversas criaturas monstruosas. Uma pena que com o passar dos anos deixamos de nos chocar com essa formula, superamos esse medo e até mesmo passamos a rir deles.

Foi então que Dead Space surgiu para revitalizar o gênero survival horror, mas de uma maneira muito mais agressiva do que esperávamos. Com uma violência gráfica de colocar sorriso na cara de qualquer amante de gore, e dar sustos pontuais sem apelação alguma. O jogo nos mostrou que é melhor deixarmos os mistérios do espaço em paz, isso se não quisermos acordar algo além da nossa compreensão.

Me acompanhem a bordo dessa viagem sem volta á USG Ishimura.
Quem disse que é preciso que joguem sangue e vísceras na cara do telespectador para causar impacto?

O diretor alemão Michael Haneke conseguiu expressar isso com seu filme FUNNY GAMES de 1997 que acabou por receber um remake dirigido pelo próprio Michael no ano de 2008 e será essa versão abordada. 

O enredo do filme é simples, começa com uma família feliz em férias que ao chegar em sua casa beira ao lago topa com dois jovens rapazes educados que ao fim do dia demonstram ser dois psicopatas dispostos a brincar com a sanidade da família.


O filme nos leva ao uma noite regada de torturas psicológicas e questionamentos que fará os telespectadores repensarem alguns pontos de sua vida, como a de colocar esconder diversos celulares carregados e tornar o seu quintal um lar para pitbull´s abandonados.

Vocês entenderam essa piada só depois de assistir ao filme, acredite!

Não recomendo o filme a  pessoas facilmente impressionáveis, mesmo  não sendo um filme com tripas e mulheres vomitando uma nas outras (ECA), você irá se sentir incomodado com as diversas cenas. 

Acho que a morte não é nada perto de certas humilhações e nesse filme elas transbordam.



Esse foi a dica de filme da semana então em breve vocês poderão conferir uma nova dica, aguardem.

Assistiu ao filme? Gostou? Não? Deixe seu comentário e debateremos sobre ele nos comentários.