8 de novembro de 2017

A MAGIA DOS POST'S ANTIGOS

Vish, esse role aqui as pessoas esqueceram no dia seguinte
Nostalgia é um negócio legal, não é mesmo?

Existem páginas, jogos, filmes, estética e uma infinidade de coisas hoje em dia que despertam esse sentimento em nós. De uns anos pra cá -- acredito que da segunda metade dos anos 2000 -- isso se tornou uma constante em praticamente tudo que consumimos: filmes com referências ou situados em outra época, bandas que tentam resgatar "o espírito" de décadas atrás, jogos que te dão direito a usar roupas ou cenários baseados em suas primeiras versões. 

Tudo pra te fazer lembrar da infância ou de épocas já muito distantes da nossa realidade. Mas eu acredito que há um ponto cego aí. Uma área nebulosa no tempo que, tal qual o End of Time de Chrono Trigger, parece se situar fora do tempo, em épocas que não são tão antigas pra nostalgiar e nem tão novas pra ser consideradas passado recente. 

Quero dizer, você na casa dos 25~30 anos, provavelmente se lembra de ter assistido Homem-Aranha 1 no cinema ou de ter jogado Donkey Kong no Super Nintendo, mas será que sua memória é tão boa pra lembrar o que fazia da vida na época em que saiu Batman Begins, por exemplo? Digo, com quem você andava, quais comunidades do orkut era mais ativo ou de um passeio legal que fez no verão daquele ano? Não sei a explicação científica pra isso -- ou se sequer existe uma -- mas é engraçado como certos pontos das nossas vidas ficam perdidos. É lógico que se você não sofre de Alzheimer, muitos pontos-chaves desse período do "limbo temporal" ficam guardados. 

Tirando esse ano de 2005 como exemplo, mas que pode ser qualquer um que se encaixe, eu mesmo tenho ligeiras recordações desse período; terminei um namoro nessa época e entrei no Ensino Médio. Não tem como NÃO lembrar de 2005. Mas todo o resto, todas as miudezas e frivolidades dessa adolescência se perderam como lágrimas na chuva. Não sei se sou só eu, mas é engraçado como justamente essa época do "pós-ginasial" foi meio perdida. Tenho poucas fotos, muito culpa da falta de tecnologia da época, onde se você não tinha um Motorola V3 ou uma Sony Cybershot, os eventos ficavam guardados até todos os envolvidos esquecerem. Triste, porém natural. 

Dia desses eu esbarrei com meu antigo fotolog, onde eu no alto dos meus 16 anos, postava reviews engraçadinhos de jogos (inclusive ele existe até hoje: fotolog.com/silver_horo) e comecei a passar pelos outros flogs de pessoas que eu seguia na época. Logicamente todos eles largaram a mão de postar naquele site -- assim como todo mundo -- mas lá haviam muitas histórias. Coisas pessoais e fotos de mais de 10 anos atrás.


Não faço ideia de quem seja esse cara com violão, mas deve ter sido meu professor
Era uma época com certeza mais simples: a internet começava a dar seus primeiros passos largos. Começavam a aparecer pessoas com banda larga, baixar filmes começou a se tornar realidade, a interação com gente que você nem conhecia pessoalmente ficava cada vez mais pessoal graças a webcams de qualidade duvidosa e fotos em incríveis 8 megapixels. Lembro de conversas com amigos sobre como juntar 1500 reais pra comprar um PS2, o "novo" clipe do Gorillaz (Feel Good Inc.), quais os melhores sites pra se baixar jogos de Gameboy Advance... enfim, eram tempos onde a vida "real" era bem destacada. Não sei se eu era inocente mas a impressão que tenho é que as pessoas eram mais de boa com a vida. Ninguém perdia tempo discutindo opinião de forma realmente ríspida. Não havia nem sequer o conceito de bloquear alguém. Aliás, foi nessa época que eu fiz grandes amizades e olha que legal: minha atual namorada foi conhecida naquela época! Sem falar nas outras pessoas, que provavelmente já devem estar mais gordas, casadas, com outro tipo de vida, etc, e o mais incrível é que provavelmente nem ELES devem se lembrar daqueles momentos, fotos ou do que escreveram na época. 

Histórias de jogos que foram jogados, rolês que terminaram com um lanche na calçada ou um show que só teve duas fotos borradas do palco como registro, declarações pra namoros que hoje são só uma marca na história de vida deles... enfim, era a vida acontecendo ali!

Pra não dizer que sou stalker, eu mesmo tenho minha cota de lembranças, mas elas estão espalhadas por outros lugares e fotos salvas em computadores antigos que nem estão montados mais. Além disso, existem causos famosos como do Leonam que... "engravidou" seu Dreamcast ou do próprio Reirom, que ficou famosinho entre o pessoal dos videogames em meados de 2000. Sabe, eu gosto muito de, de vez em quando, revisitar certas páginas ou posts que se encaixam nesse "limbo temporal". É como entrar num museu totalmente pessoal sobre a minha história ou a de pessoas normais. Nada muito incrível mas completamente interessante. 


Será que essa pessoa lembra desse dia?
Sinceramente, espero que todo esse pessoal esteja feliz agora, vivendo coisas novas e etc, mas tomara que lembrem também daquela época adolescente e desocupada, das jogatinas de playstation 1, dos lanches na calçada, do celular de flip que tirava fotos horríveis e dos amigos que sumiram. Sério, ler essas coisas é a verdadeira nostalgia, e o mais incrível é que você pode talvez estar lendo esse texto num futuro não tão distante, e a data dessa publicação talvez esteja nesse "limbo" da sua vida. 

Ai... viver tem dessas coisas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário