21 de abril de 2016

YOUTUBE BR | ONDE O LIXO SÓ CRESCE!


As redes sociais se tornaram capaz de mudar o rumo da vida de qualquer um da noite para o dia, seja de um modo bom ou muito ruim. Os YouTubers são algumas dessas provas, visto que uma grande parcela dessas pessoas seriam improváveis de conseguir qualquer tipo de atenção no mundo real (pelo menos sem tirar a roupa), mas que por alguma razão sombria se tornaram celebridades, formadores de opinião, cientistas políticos e bastiões da verdade.

Pelo menos para mim, sempre que alguém me apresenta algum vídeo desses GRANDES formadores de opinião,  eu sofro um mini-AVC. Na grande maioria das vezes o conteúdo é questionável e te causa aquela vontade de ir ao canal expor sua opinião, apontar os pontos que não concorda daquele vídeo de 20 minutos que provavelmente adubaria uns 70 hm². 

"Ah! mas ocê se acha o bonzão memo, seu gordo babaca, invejoso, escroto, pobre e mimimi"

Ninguém gosta de ser questionado, eu entendo, mas aceitar opiniões contrárias (o que não significa necessariamente concordar) é uma maneira de aperfeiçoar e aprender a ouvir. Estamos em constante aprendizado, nossas opiniões tendem a mudar com a idade, o tempo e até mesmo com outras opiniões melhores embasadas, porém, muito dos autores desse tipo de conteúdo optam por ignorarem essa máxima. O fato de ter uma legião de idiotas fanboys dizendo o tempo todo o que você é um milagre de Chessus e que seu conhecimento é infindável - resumindo, ficam lambendo o saco dos caras - acaba por cegá-los.

Eu assisti uma vídeo resposta em que o cara simplesmente ficou 10 minutos fazendo chacota e dizendo o quão ignorante sicrano era por discordar da proposta do vídeo do autor. Dai você para e pensa: Esse corno tem 2 milhões de seguidores e faz umas bostas dessas pra tentar ser engraçado e desmerecer o outro, que realmente sabe do que está falando - E a legião de retardado aplaudindo.

Até entendo que muitas das vezes nos identificamos com a opinião alheia,  mas isso não quer dizer que você deva engolir toda a merda que esses idiotas despejam em suas gargantas sem pensar. É preciso analisar até que ponto aquilo é coerente ou que pelo menos possa servir pra você limpar a bunda.

Bem, não dá para esperar muito dessa geração em estado de emburrecimento coletivo. 

O que menos temos é conteúdo de qualidade ou que possa agregar algum tipo de conhecimento, seja na TV aberta ou aqui na internet. E não estou dizendo que não existe conteúdo bom, pois eu sei que há coisas muito boas por ai, mas são poucos os que realmente oferecem conteúdo de qualidade em jogos, ciência ou qualquer outra coisa e estejam no topo do YT.

Quer uma prova?


ISSO É O QUE ESTÁ EM ALTA NO YOUTUBE BR
"Ah! mas são vídeos para divertir, não devemos levar nada tão a sério, blá, blá, blá" 

Não estou dizendo o contrário, mas considerar um imbecil que faz gameplays de Minecraft e vídeo cortando placa do YT como humorista só o torna um retardado.

Sabe, eu acompanhei um maluco no Twitter por alguns anos, mas vira e mexe eu deixava de segui-lo naquela rede social, poiso cara é um tremendo babaca 90% do tempo, alias, o citado é do tipo que adora ter o ego masturbado por seus fãs e acredita que suas respostas estão sempre correta e qualquer um que não concorde com sua opinião é devidamente bloqueado.

Agora você pega esse babaca que faz vídeos de gameplay de Minecraft (que não é um jogo ruim) com 2 milhões de seguidores e faz um comparativo com outros canais de qualidade. Ficará explicito o quão degradante o YouTube Br esta se tornando. E o que estou dizendo vale até mesmo para seus represantes políticos nas redes sociaisLá as pessoas se deixam levar pela conversa fiada de cantores, políticos, jornalistas e os citados YouTubers. Aquilo vem se tornando um campo de batalha onde um quer cutucar o outro e a imparcialidade anda escassa. 

É preciso analisar tudo de uma maneira cética - Incluindo ao meu texto - pois, não é porque do nada aparece alguém dizendo em vídeo ou escrevendo algo que se assemelhe a maneira como você pensa que tudo o que for dito por esse ser deve ser encarado como relevante e uma verdade absoluta.

Estamos diante de uma quantidade gigantesca de bosta no mainstream do YouTube e redes sociais e de quem será a culpa?

Nenhum comentário:

Postar um comentário