2 de abril de 2016

BATMAN VS SUPERMAN | A ORIGEM DA JUSTIÇA


Eu não estava esperando por uma boa experiência com Batman VS Superman. Pegar cinema em um dia quente e encarar adolescentes linguarudos. É. Eu não estava em  meu melhor dia, mas quando se programa para fazer algo a dois, é melhor não quebrar a programação.

Como disse antes, o dia estava bem quente, acredito que estivesse por volta dos 34°C lá fora e dentro de casa uns 40°C. O calor destrói o meu bom humor e também é uma das razões pela qual o site não vem sendo atualizado como antes. 

De qualquer maneira acabei indo ao cinema assistir Batman VS Superman e sem expectativa alguma. Posso dizer que esse é mais um filme que me surpreendeu - Viu porque baixa expectativa é bom. Eu sai do cinema bem satisfeito com tudo o que foi jogado violentamente na minha cara por duas horas e meia.



Diferente do filme Man of Steel, que gasta um tempo explicando a origem do Clark Kent, aqui somos levados a um mundo em que Superman já faz parte da realidade mundial - Para ser especifico, 18 meses desde que saiu do armário. E que por sinal o governo não está nem um pouco feliz com o fato dele ser autônomo e não pagar impostos como herói.

Enquanto o governo está pensando em uma maneira de ter controle sobre o Superman, nosso querido Clark Kent descobre que há um vigilante na cidade de Gotham, e que diferente de seu alter ego super, o vigilante quebra os ossos dos vilões e se sobreviver ainda os marca a brasa.

Como um homem de princípios e que acredita que morte não é o caminho e todo aquele blá, blá, blá pró-vida, ele decide investigar - É por isso que gosto do Sentry.

Bem, o homem morcego não é bonzinho como você esperava ou 70% da parte inútil da internet. O Batman já é velho combatente de guerra e tá nessa a mais de 20 anos encarando as merdas na cidade de Gotham. O suficiente pra torrar o saco dele, visto que ele teve amigos mortos por um palhaço fantasiado. 

É preciso lembrar que as situações na qual o personagem é jogado tornam impossível lidar com todos os inimigos ao mesmo tempo. Não dá pra sair no soco e ponta pés. Por mais que o Batman de Arkhan City seja habilidoso, aqui temos um Bruce Wayne 40 e que necessita do uso de armas.



Quem reclamou pelo fato do Batman distribuir tiros e matar os inimigos nesse filme, provavelmente não deve ter assistido ao Superman com Christopher Reeve, pois n
o clássico, o Superman aprisiona Zod na dimensão fantasma mesmo a contra gosto, pois como todos sabemos, Zod quer dominar o mundo. Enquanto no Man of Steel ele tem seu pescoço quebrado.

Cadê o choro?


Batman é humano e tem brinquedinhos muito avançados, mas não dá pra socar 20 soldados fortemente armados com metralhadoras sem levar nenhum tiro no traseiro antes. Entendo que nos quadrinhos e animações o Batman é bonzinho e só desmaia a bandidagem na base da porrada, mas esse universo ele não funcionaria.

Acredito que todo o filme tem suas falhas e BvS não escapa a essa regra, porém, ficar martelando essa conversa de que o Batman é ruim, o filme é ruim, Zod é mau, Nolan é bom.

"Ah! Mais o Nolan conseguiu mimimi Nolan mimimi Rola mimimi"

Sério, o cara nos trouxe um Bane chorão e umas das mortes mais ridículas já criadas em um filme do Batman. 

O que eu gosto do Batman de Nolan? O Coringa do Ledger. 

Acredito que usar a trilogia do Nolan como parâmetro para criticar o Batman desse filme é estupidez. Claro, você pode tentar fazer isso na tentativa de mostrar o quanto você é bichão e manja de cinema. 

Oras, masturbar o ego sempre é bom.



Eu não pensei que a Mulher-Maravilha funcionasse bem no cinema, mas depois de conferir ela em ação, não tenho dúvidas: Gal Gadot é a Mulher Maravilha que o cinema precisava e que tanto esperamos.

Leva um tempo para ele entrar em ação, mas quando você ver ela chegando no meio da pancadaria, tenha certeza que ela não tá pra brincadeira. O fato de usar espada, laço e escudo foi uma coisa que me agradou muito. Ela é uma amazona, acredito que só o laço em referencia a personagem clássica foi o bastante.

Ela é linda e ainda chuta a bunda do Apocalipse. Não quero mais nada, me tragam logo o filme solo da Mulher-Maravilha.



O Luthor de Jesse Eisenberg foi outro personagem duramente criticado e que apos assistir o filme, compreendi um pouco dos motivos, mas que discordo. Não senti tanta proximidade com o Coringa do Heath Ledger, como muitos vem alegando. Talvez por ser diferente do Luthor que estamos habituado, que é sério, enquanto aqui temos um Luthor mais jovem, mas tão frio e calculista quanto o clássico.

Obviamente não irei dar spoiler, mas achei fantástico a maneira como ele entra na trama e como ela se encerra com ele.
"Ah! mas ele é ruivo e não careca, seu bobo"

O Luthor clássico era ruivo, mas tu não lembra porquê cê tava balançando dentro do saco do seu pai.



A origem do Apocalipse não é como a dos quadrinhos ou desenho, aqui ela se dá por causa de um personagem que resolve fazer um ritual proibido e acaba gerando um monstro. A aparência dele lembra a muitos personagens, eu esperava por cristais no corpo e tudo mais, só que no momento em que o bicho começa a pegar na batalha isso é suprido.

Eu gostei dele, pois o cara é fodão e solta explosões e rajadas de energia digna de um Shinkuu Hadouken do Ryu em Marvel Vs Capcom. 

Quê? Me lembrou, oras!

Acho que o maior tiro no pé do filme foram tê-lo entregado como o vilão principal antes do lançamento. Eu detesto essa mania de entregarem pontos importantes durante os trailers. Claro, tem quem goste, mas se me oferecem dois trailers discretos, pra mim tá ótimo.

Outro ponto negativo é que a batalha final com Apocalipse é um tanto curta. Poxa, é a batalha final, então que se alongasse por uns 20 minutos.



Conclusão: Batman VS Superman é repleto de referencias aos universo dos quadrinhos, então quem conhece o universo dos quadrinhos ira vibrar. Quem não leu também vai se divertir, pois o filme te entrega uma história original e que deixa muitos pontos em aberto para um próximo filme.

Há falhas, como havia dito antes, mas nada que possa estragar a experiencia de assistir ao filme. As batalhas são ótimas e faz com que você fique animado o tempo todo para ver o embate entre os dois super heróis. E tenha certeza que a batalha faz valer o ingresso do filme.

Finalmente os amantes da DC podem se gabar de uma adaptação de qualidade dos seus personagens mais famosos.

Ah! antes de encerrar eu preciso tirar isso do peito: Foda-se Lana Lang! Foda-se Smallville!

Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário