1 de janeiro de 2016

RETROSPECTIVA | 2015


Nada de retrospectiva 2015 mais magra, eu continuo gordo, mas um pouco mais estável do que antes. A novidade é que  minha testa teve um aumento e a área cabeluda reduziu, mas no geral to bem, obrigado.


Cara, 2015 foi um ano repleto de surpresas,  e porque não começar a retrospectiva falando sobre minha ida ao Brasil Game Show onde conheci meu amigo Marvox.

Claro, eu escrevi três texto a respeito a minha ida, porém, ainda pareceu pouco para descrever a imensa felicidade que foi conseguir a credencial  imprensa. Posso dizer que esse foi o meu presente de natal adiantado, sem dúvida

Também aconteceu algumas coisas estranhas, como o fato dos meus pais se separarem após longos 31 anos de casamento. Inicialmente eu me senti estranho, magoado, mesmo ciente das condições a qual os levaram a se separarem. 



Passado alguns meses o machucado ainda estava lá, não queria aceitar que  um dia meus filhos não teriam seus avós juntos. Eu queria que meus filhos pudessem sentir e vivenciar a experiência que tive, mas em um estalo eu entendi o quão egoísta estava sendo. Percebi que não se pode amar alguém e querer condiciona -lo a uma vida infeliz.

Foram meses estressantes, mas que parecem ter chegado ao fim. E que falta fez ter uma arma fácil nessas horas.

É obvio que estou brincando com a ideia de suicídio - Ou não?

Durante esse tumultuado momento acabei por abandonar o curso de webdesign no segundo semestre. Primeiramente por não conseguir me concentrar, e em segundo lugar: Percebi que não era o que eu queria. Foi bem difícil tomar a decisão de deixar o curso, principalmente por causa das amizades que fiz, mas foi a decisão mais certa a se fazer, mesmo que arriscada.

E falando em se arriscar, eu estou participando do Portal QuadNation, no qual sou um dos idealizadores ao lado dos brothers Marvox e Soler.

Lá eu costumo fazer as notícias sobre games, mas tu me encontra também no QuadCast dando pitaco. Por sinal, mês passado gravei o QuadCast: Fallout, onde meus amigos Marvox,  Marcos Emeagate e eu batemos um papo sobre a história da franquia - Na realidade é o Marcos que dá um show sobre a historia do game.



Mudando de assunto, na minha vida pessoal rolou outra surpresa que foi o meu retorno ao antigo emprego, aquele do qual havia saído em fevereiro. Depois de 5 meses procurando emprego e fazendo entrevistas, na qual a média de salário oferecido era de 870R$ a 900R$ reais - em uma cidade que a média do aluguel é de 700R$ á 900R$.

Eu comi o pão que o diabo mascou e cuspiu no chão por cinco fucking meses. A situação ficou tão fodida que acabei vendendo jogos que gostava para pagar o aluguel, o que limitou a verba de muitas coisas. 

Olha, posso dizer que minha esposa é a melhor companheira do mundo, pois ela esteve ali ao meu lado o tempo todo. Nem eu estava suportando mais todo a maré de merda que estava acontecendo, mas ela continuou ali, me dando forças pra continuar.

Bem, eu pensei em omitir esses detalhes, mas isso aqui se chama o Arquivos do Woo, ou seja, aqui eu arquivo as coisas que não quero esquecer e essa é uma delas. Vai que um dia eu faleça antes do 100, pelo menos fica o registro.

No geral o ano de 2015 não foi de todo ruim. Sei que coisas ruins aconteceram, mas serviu para me abrir os olhos a respeito de muitas coisas.

Mas deixemos a tristeza de lado, pois minha família também cresceu, agora temos uma coelha e ela se chama Ravena. A Kirie (A gata) não curtiu muito a nova irmãzinha inicialmente, mas já estão ficando amigas aos poucos.





Quanto ao blog, eu quero que em 2016 ele cresça muito mais e o pouco que cresceu nesses últimos anos se deve a você leitor. Obrigado!

Feliz Ano Novo

Nenhum comentário:

Postar um comentário