9 de outubro de 2013

A TRISTE VIDA DE UM PORTEIRO


Olá caros leitores, sejam bem-vindos a mais um novo post da seção " Fala Sério", esse que é aquele momento onde desabafo minhas frustrações e os momentos em que vida me fode sem ao menos me beijar.

Preparados?

Atualmente trabalho na portaria de um condomínio, isso mesmo, sou porteiro e meu trabalho consiste em abrir o portão para os condôminos, filtrar as visitas, separar correspondência e levar comida de rabos por deixar o morador entrar no condomínio onde reside com o farol aceso. Parece bobeira, mas faça isso e compre um pote de lubrificante, a enrabada será grande, sem beijos, abraços ou cuspe.

Não, Não conheço ninguém com o nome de Dé!
Aparentemente tudo é culpa do porteiro, apesar de me esforçar em seguir corretamente cada linha de comando, por exemplo, ligar na casa do condômino e avisa-lo que Ciclano Junior Paçoca esta na portaria aguardando sua liberação, muitos simplesmente dizem " Ham? Ah! Tah, libera", mas depois reclamam ao sindico com a fúria de satanás após um confronto com Edir Macedo, de que os porteiros deixam qualquer um entrar.

Não procure lógica!

Estou prestes a completar 1 ano e não pretendo seguir adiante na área, apesar de não ser um serviço que exija muito do físico, até porque você passa grande parte do tempo sentado e vira e mexe, enviam pizzas, bolos, refrigerantes, salgados e etc...

Ótimo para quem tem dificuldades em engordar!

O ponto negativo é de que algumas das pessoas que você SERVE, são grandes filhos-da-putas, nos tratam como meras engrenagens. Há exemplos diversos, como esquecerem seus cartões de acesso, então simplesmente estacionam seus belos carros (com os vidros fechados) e buzinam como se estivessem se masturbando.


OK! Sei que é o meu trabalho abrir e fechar a merda do portão/cancela, mas eu não sou a droga de um pedaço de pau.

Ficaria feliz com um "POR FAVOR, você pode me abrir a cancela?"

Sempre que a coleta de lixo esta passando em minha rua, cumprimento os coletores e os agradeço pelo serviços prestado. Esse é o trabalho deles, ganham para isso, são essenciais ao bem estar da população, mas antes de tudo, são seres humanos.

Eu sou a porra de um ser humano, não a merda de um pedaço de pau!

Pensei em descrever as diversas ofensas que já levei, claro, nenhum morador teve a ousadia (ainda) de me ofender, talvez por me assemelhar a um Dwarf. Porém, alguns visitantes pensam que regras não se aplicam a eles, então nos tratam mal, desdenham do nosso trabalho.

"Ta Serto!"

Eu poderia estar jogando videogame, mas não, vou trabalhar das 22:00 as 06:00 só para ser chamado de burro por um imbecil que não sabe pronunciar o próprio RG.

Queria ver alguém tratar Heimdall dessa forma, até Thor temia o seu porteiro, sabem porque? Não? Olha para ele.

Heimdall, O Padroeiro dos Porteiros
Você trataria mal  alguém que poderia enfiar uma espada de forma tão agressiva em seu rabo que suas tripas saltariam pelo seus olhos?

Imaginei que não, então salve Heimdall!

A minha cabeça explode todas as vezes que tento compreender o porque de tanta escrotidão contra um porteiro, pois o trabalho dele é como qualquer outro e merece ser respeitado tanto quanto um executivo.

Ambos trabalham para sustentar sua família, então qualé a diferença?

Eu estou descontente por muitos dos motivos que citei, mas há pessoas que gostam e se dedicam ao trabalho, tudo para proporcionar um ambiente seguro para sua família. E fiquei um tanto surpreso ao ver essa dedicação por parte de muitos porteiros.

Bem, acho que falei demais por hoje, mas deixo um vídeo onde prova que muitos de nós porteiros somos tratados feito pedaços de pau por algumas pessoas escrotas.


Humilhar alguém dessa forma deveria ser punido com uma bela surra de pau, finalizado com a introdução da espada de Heimdall no rabo do filho-da-mãe.

Claro, nem tudo é ruim, mando um beijo no coração de todos aqueles que respeitam e valorizam o trabalho do seu semelhante, independente de sua função.

7 comentários:

  1. Ótimo texto cara, poxa vida isso me deixa triste, espero que você consiga aguentar as pontas até onde der, e quando aparecer coisa melhor saia sem pensar duas vezes, só não saia pra ficar procurando emprego pois isso seria ainda pior... Você tem o meu respeito 0/

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo apoio Juan!

    Esse texto é um desabafo pela forma como Porteiros são tratado, não aconteceu muitas coisas comigo, até porque acredito que algumas pessoas se sentem intimidadas comigo hahaha!

    Muitos colegas já ouviram poucas e boas, alguns quase foram agredidos, simplesmente porque há pessoas que pensam que por contribuir com o salário, isso significa que possuem um escravo exclusivo.

    Estou correndo atrás, fazendo cursos e espero um dia trabalhar na área do meu gosto, até lá vou segurando as pontas.

    Muito obrigado mesmo pelo seu comentário amigo! ^^

    ResponderExcluir
  3. Pior que tem gente assim mesmo. Eu recentemente sai de um emprego onde uma "velha mal comida" que era "chefe de departamento" brigou com a assistente porque ela escrevia nos e-mails dos clientes "obrigado" dizendo que "eles que tem que nos agradecer".


    Parece que as pessoas se esqueceram da boa educação '-' é tão fácil um "obrigada" ou um "por favor" neh? Depois brasileiro reclama de o Brasil ser ruim, mas como não ser se nem os princípios mais básicos de um ser humano eles conseguem fazer?


    Mas aguenta as pontas ai D: qualquer coisa você pode dar uma voadora e sumir com as provas '-' se quiser tenho uns contatos e pá -n
    Abraços o/

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigado pelo seu comentário Nelleh!

    É exatamente isso mesmo "As pessoas esqueceram a boa educação", apesar de todos exigirem respeito.Eu acredito que a boa educação sempre desarmará os grosseiros.

    Preciso acreditar, caso contrário minha fé na humanidade estará perdida hahaha!

    Brasileiro quer exigir respeito e igualdade por parte dos governantes, mas no seu dia-a-dia, trata todos a sua volta feito lixo. Irônico, não? hehehehe!

    Pode deixar, assim que derrubar alguém na base da voadora, irei contata-la!

    Abraços ^^

    ResponderExcluir
  5. divulgablogsite muro23/10/2013 05:21

    Divulgue seus links no nosso agregador de conteúdo

    links.divulgablogsite.com

    ResponderExcluir
  6. sucodelarAngela™07/05/2015 14:33

    Putz, eu odeio lidar com gente, esse seria o tipo de serviço que eu jamais faria, na boa. As pessoas são os seres mais filhas da puta do mundo, sério.

    Sim, esse meu ódio todo se resume a grande falta de educação por parte das pessoas. Assim, como você, eu sempre tenho a preocupação de ser sempre educada com todos, dar bomdiaboatardeboanoite pra quem quer que seja, até pro molequinho que limpa parabrisa do carro na rotatória (mesmo a maioria sendo bandido e/ou drogado, com raras exceções), mas ainda assim. Ser educado faz com que você receba educação de volta, traz sensação de bem estar e a falta dela pode até fuder seu dia completamente.
    Tu bem que podia usar essa armadura de Heimdall, hein? Pintava o acesso do condomínio em tons arcoirísticos e bam! R-E-S-P-E-C-T (quem dera fosse assim tão fácil).

    Mas enfim, estou divagando. Teu texto se resume não só aos porteiros, mas a muitas outras profissões menosprezadas, como motorista/cobrador de ônibus, garis e etc. nenhuma menos digna que a outra.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Exatamente Angela, eu particularmente não quero mais contato direto com pessoas, pois nesses nos anos em que trabalhei com comercio ou diretamente com as pessoas, só adquiri raiva e xp o suficiente pra decidir lidar apenas com maquinas, hahahaha!

    Olha, se eu pudesse portar uma espada como a de Heimdall, certamente estaria preso, hahahah!

    Obrigado pelo comentário, fico feliz que compartilhamos o mesmo ponto de vista ^^

    ResponderExcluir