Heróis como Jaspion, Changemans, Jiraya, Ultraman e Spectreman (Esses dois não tinham robôs gigantes, mas o tamanho era o mesmo), tornaram minha infância muito divertida. Cansei de ver o Japão ser invadido por monstros radioativos, alienígenas e todos os tipos de criaturas que somente os super heróis japoneses podiam combater, seja por sua tecnologia ou pelos misteriosos poderes que aparentemente são exclusividade do continente asiático.

Ah,como a vida era boa naqueles tempos, uma pena que ao longo dos anos esse tipo de entretenimento deixou a TV aberta, ficando restrito a nichos na internet. E com o advento dela descobri toda a cultura por trás das batalhas de robôs e monstros gigantes.

Na fase adulta sempre me questionei de como seria uma visão moderna daquele embate que tornava as minhas manhãs mais agitadas. As probabilidade de que isso um dia fosse as telas me pareciam bem baixas, mas eis que Guillermo Del Toro, renomado diretor, nos brinda com Pacific Rim (Circulo de Fogo PT-br). Um filme que é exatamente isso: Uma briga de robôs e monstros gigantes como nunca antes visto.

Minhas expectativas estava nas alturas, eu não podia lidar com tanta empolgação em anos, então não se espantem se ao longo desse artigo eu não me conter.

Esse meme foi criado pelo nosso amigo Breno do blog Desocupado, obrigado pelo convite amigo ^^


Hoje é dia de ganhar presente do papai e da mamãe, então hoje é permitido arrombar a porta do quarto dos seus pais e cobrar presente as 05:00, mas antes se acomode na cadeira, pois irei contar uma das minhas lembranças gamisticas.

Então prepare-se para chorar, sorrir e perceber que talvez o melhor da vida não seja só os presentes que você deseja.


Olá caros leitores, sejam bem-vindos a mais um novo post da seção " Fala Sério", esse que é aquele momento onde desabafo minhas frustrações e os momentos em que vida me fode sem ao menos me beijar.

Preparados?


Se você é do tipo que curte tênis colorido e acha que fazer bico e usar cabelo de menina é ser rockeiro?

Pra começo de conversa, faça um favor a humanidade  e se mate, sério, pode pegar aquela faca de caça do seu avô e corte a garganta o mais profundo que conseguir.

Corre lá, eu espero!

Bem, agora que eliminamos os vermes, irei apresentar a vocês uma banda que irá gritar tanto de forma abençoada em seus ouvidos, que vocês precisaram de tampões para conter o santo sangramento.

A banda se formou em 1997, após um anjo vir a terra e avisá-los que Deus queria ser louvado com guturais e guitarras abençoadas pelo Papa João Paulo II. Naqueles tempos a mulecada não deu muito atenção e seguiu adiante com seu rock satânico, o que levou a diversos atritos interno e mudanças de formação na banda.

Cansados de louvar satanás, seguiram o bendito conselho e não demorou até alcançar o sucesso.

Depois de 3 álbuns repleto de peso, gritos e sangramento auricular, os membros decidiram que deveria amenizar um pouco, berrar com mais calma, assim o vocalista não desmaiaria a cada faixa cantada, então em 2008 nasceu o álbum "The Anti-Mother".



Brutal e com melodias que ficam gravadas em seu crânio como se tivessem sido cravadas por uma picareta. Esse álbum possui 10 faixas que iram abençoar o ambiente em que ele for reproduzido e afastar funkeiros a serviço de satanás.

The Anti-Mother contou também com a participação do irmão Chino Moreno cantando e auxiliando em algumas faixas, também conhecido como vocalista de uma banda pouco conhecida, Deftones



Particularmente eu não sou um grande fã do Deftones e não admiro tanto o seu trabalho, mas ficou muito boa as faixas no qual Chino dá aquela força.

Anti-Mother é um álbum ótimo e com uma ótima produção  e bem melódico, comparado aos anteriores - A banda mesmo afirma que é um dos seus álbuns mais melódicos. E mesmo investindo em algo diferente os caras conseguiram acertar e criaram um álbum marcante e com todas as características da banda, soando original.



Eu recomendo a todos aqueles que não conhecem a banda, dedicar algum tempo ouvindo esse álbum, sem deixar de ouvir os anteriores é claro.

Esse é o meu top 5 do álbum;


1 - Death of the Anti Mother
2 - Surrender Your Sons...
3 - Discipline Your Daughters
4 - Robots: 3, Humans: 0
5 - And There Will Be a Swarm of Hornets

O único ponto negativo é que o álbum possui poucas faixas e quando você se der conta já acabo. Algo muito comum quando o álbum é foda!

A 10 faixa possui 09:27 o que achei desnecessária já que poderia ter sido incluso algum bônus ou qualquer outra coisa.

Agora fiquem com o videoclipe de uma das musicas fodas...ops, abençoada!


Olá caros leitores, preparem seus celulares, pois hoje irei apresentar um joguinho viciante para curtir na fila do banco, do pãozinho, do supermercado, do banheiro, na fila da balada, em qualquer tipo de fila existente, então prepare-se para caçar.


Depois de uma longa espera, finalmente pude  assistir ao novo filme da franquia e acreditem, valeu a espera.

O filme tem inicio a partir da entrega de um misterioso pacote na casa de Nica (Fiona Dourif), uma garota paraplégica que vive com sua mãe em uma mansão no meio do nada e distante de qualquer civilização.

O pacote em questão é o Chucky, ta na cara, certo?

Bem, ainda na mesma noite a mãe de Nica sofre um “acidente” e morre devido aos ferimentos.  Nica passa a desconfiar do boneco, pois ele simplesmente desaparece do nada, principalmente após o primeiro contato com  Alice, sobrinha de Nica.


Curse of Chucky tem toda a essência dos três primeiros filmes e não decepciona de forma alguma. 

Diferente dos anteriores, Chucky não utiliza de ataques diretos ou mortes exageradas (exceto a do machado, mas isso é o final do filme, então não vale), aqui ele usa o elemento surpresa muito mais do que nos anteriores, já que poderia levar a pior em um ataque direto devido ao seu tamanho.

O filme também apresenta eventos do passado de Charles Lee Ray, algo que simplesmente explodiu minha cabeça, ele faz com que você enxergue as motivações dos crimes do Chucky de outra forma.

Pela primeira vez você vê que ele realmente pensa antes de cometer qualquer crime, há momentos em que ele simplesmente poderia estripar qualquer um e pular corda com os intestinos, mas não, ele simplesmente deixa passar, na espera de uma brecha.


Eu recomendo vivamente, e se você gosta da franquia, principalmente dos primeiros, então com certeza você vai desejar esse filme em sua coleção.